Como ganhar mais se divertindo, sem precisar sair do trabalho atual

Como ganhar mais se divertindo, sem precisar sair do trabalho atual

Você está satisfeito com a sua remuneração?

Todos nós deveríamos ser remunerados pelo nosso trabalho de forma suficiente para viver de maneira digna, sem tantas preocupações financeiras. Isso inclui atender às necessidades básicas como moradia, educação, alimentação, lazer, saúde, vestuário, transporte, higiene e previdência social. No entanto, com os altos preços dos aluguéis, energia elétrica, entre outras tantas contas, nem sempre estar empregado é sinônimo de viver em situação financeiramente confortável.

No cenário econômico que o nosso país apresenta hoje, as coisas ficam ainda mais difíceis. O seu salário é suficiente para pagar todas as contas e ainda poupar um pouco? Você se sente realizado com o que faz? Daqui a um ano você estará em situação melhor? Se as respostas forem negativas, você precisa agir para mudar. A forma mais segura de fazer essa mudança e ganhar mais é tendo primeiramente uma atividade complementar. Desta forma, você não corre nenhum risco e agrega uma renda extra.

 

Trabalho e diversão podem andar juntos

O ideal é que esse trabalho complementar ocupe pouco tempo, seja prazeroso e remunere bem pelo tempo trabalhado. A atividade de DJ se encaixa perfeitamente nessa descrição.

Mas, afinal, qual é a graça de ficar reproduzindo músicas enquanto a galera se diverte e dança na pista? O trabalho do DJ, mais do que apenas “trocar discos”, é o de um verdadeiro artista. Pelos seus conhecimentos sobre música, o bom DJ consegue tocar, além das músicas propriamente ditas, os sentimentos das pessoas. Não é só o som que está em questão: através de uma combinação de acordes e remixes é possível gerar uma atmosfera de emoções que envolverão toda a pista.

Trabalhar na balada pode ser uma atividade desempenhada paralelamente àquela que você exerce hoje. Com isso, você não precisa abandonar a segurança do seu emprego para se tornar um DJ. Esta pode ser a sua grande oportunidade de complementar sua renda fazendo o que gosta e até mesmo de encontrar o reconhecimento profissional que você sente falta, por meio da admiração do público. O grande desafio é encontrar a batida exata para conquistar o seu público, mas o gosto pela atividade pode facilmente levá-lo a isso.

 

Gostei de ideia e quero ser DJ! Como faço?

O primeiro passo é fazer um curso de DJ. O ideal é escolher um curso em que o instrutor seja um DJ experiente e já tenha um histórico de formação de DJs de sucesso. E um curso online pode permitir que você faça as aulas no seu ritmo e de qualquer lugar. Você vai aprender a escolher e instalar os equipamentos, além das técnicas de mixagem e a programação dos softwares. Normalmente apenas algumas poucas aulas são teóricas, o que permite um aperfeiçoamento por meio da visão prática.

Se o investimento inicial nos equipamentos for uma preocupação, você pode começar com treinando as técnicas em um software gratuito que simula o equipamento do DJ. Mas o ideal é começar com os equipamentos básicos, podendo ser até de segunda mão. Com o tempo e com a receita do próprio trabalho como DJ, você poderá migrar para equipamentos e softwares mais completos, além de adquirir músicas de alta qualidade para os seus sets.

A receita como DJ poderá vir já nas primeiras semanas de trabalho. Planejar cada apresentação também representa um passo importante, pois o melhor é chegar já sabendo o que tocar. Caso você vá tocar em um local que já possua o equipamento, só precisará levar um notebook com suas tracks.

Com o equipamento em mãos, agora você precisa desenvolver as técnicas que aprendeu no curso. O ideal é que comece com mixagens mais simples e, quando sentir-se mais seguro, poderá partir para outras mais aprimoradas, como scratches, por exemplo. É necessário continuar se aperfeiçoando, pois sempre há novas técnicas para aprender.

Para entrar nesse mercado, você precisa divulgar seu trabalho na internet, imprensa e por meio de amigos. Começar tocando em festas de amigos e conhecidos abrirá portas para novos contatos e os trabalhos começarão a surgir.

É atuando que você encontrará o seu estilo e, qualquer que seja, você precisará dominar diferentes vertentes musicais. Isso fará com que suas apresentações não se restrinjam apenas a dois ou três clubes e trará a oportunidade de tocar em diversos estilos de festas. Apesar disso, existem algumas músicas que, mesmo fugindo do gênero do local, são uma espécie de “moda” difundida para todos os públicos. Estar sempre antenado a essas tendências pode ser um grande diferencial.

Alguns DJs chegam a produzir sua própria música, mas antes disso há um longo caminho a ser percorrido. É necessário acima de tudo desenvolver a sensibilidade para perceber o que o público quer ouvir, sem nunca dispensar o bom senso ao decidir entre atender ou não a um pedido de música.

O seu futuro depende das suas decisões de hoje. Comece já a mudança!

 

 

Clique no link abaixo e saiba mais sobre o curso online DJ PREMIUM.
seta

 

 

 

 

 

CONTEÚDO DO CURSO DJ PREMIUM